segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Vazio inexplicável...


 

Às vezes, sinto saudade.
Sem saber de quem...
Saudade talvez de alguém
Que deveria ter vindo à minha vida
E não veio...


Talvez existam mesmo outras vidas
Para explicar esta saudade sem jeito
E seja esta a tristeza escondida
Que tolhe meu sorriso fere o meu peito...!


Quem sabe lá tenha ficado a explicação:
A outra metade de meu coração...


Eu quero meu MAR... Um mix de sensações, um turbilhão de emoções, renascer num abraço... e sentir que realmente vale a pena viver a vida que Deus me deu!



Hoje...


Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre...


por Carlos vargengrande
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...