quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Erros de comunicação que podem destruir seu casamento

Comunicação eficaz no casamento é uma das estratégias mais poderosas que os casais têm para fortalecer seu relacionamento.

A falta de diálogo, de intimidade é o que afasta os casais... Quem está passando por uma crise, deve buscar estar junto com seu cônjuge e falar de tudo, sobre tudo, sobre nada importante... Não se afaste, busque aquilo que os uniu e reconstrua uma relação de amizade e amor! Seja o primeiro a dar o primeiro passo!

Aqui estão, segundo o Dr. John Gottman, um pesquisador mundialmente renomado do casamento, os quatro tipos mais perigosos de comunicação que podem destruir seu casamento:


Crítica

Há uma enorme diferença entre dar um feedback amoroso ao seu cônjuge e atacar seu caráter.

Quando você critica seu cônjuge, você está identificando suas falhas para fazê-lo sentir-se mal. Tenha cuidado para não julgar negativamente o seu parceiro de uma forma que o deprecie ou o faz sentir-se inferior a você.



Elogie-o e concentre-se em seus pontos fortes. Quando você falar sobre as fraquezas do outro, fale de forma positiva. Fale sobre como suas ações afetam você, e dê sugestões com humildade e amor.

Mau exemplo: "Você é tão preguiçoso. Nunca recolhe ou arruma nada!".

Exemplo positivo: "Estou tendo dificuldade em cuidar de todas as tarefas, e começo a ficar frustrada e sobrecarregada. Você se importa de lavar a louça do jantar? Isso seria de muita ajuda para mim".



Casamento em Crise?!
  

Desprezo

Se você coloca apelidos, ofende, zomba ou ridiculariza seu cônjuge, você está verbalmente abusando do outro e mostrando desprezo.

Pare com isso agora.

Ser maldoso e rude com o seu cônjuge é desrespeitoso e extremamente prejudicial. Ele não merece isso, e nem você. Mesmo se você está "apenas brincando", é um tipo de humor hostil que deve ser evitado a todo custo.

Demonstre e sempre trate seu cônjuge com respeito. Encontre maneiras de incentivá-lo. Seja gentil, carinhoso, atencioso e amoroso.

Ficar na defensiva

Quando há um problema, você coloca constantemente a culpa no seu cônjuge? Você é sempre a vítima?

Se você nunca assume a responsabilidade por suas ações, e constantemente faz do seu cônjuge o "vilão", você está na defensiva destrutiva.

Isso invalida os sentimentos do outro, é controle e manipulação. Se você está na defensiva, vai estar constantemente à procura de desculpas, em vez de admitir que está errado.

Mau exemplo: "Não é minha culpa que perdemos o dinheiro do pagamento. Você nunca assume a responsabilidade por qualquer coisa. Se você fosse menos descuidado, nós não teríamos esses tipos de problemas!".

Bom exemplo: "Eu sinto muito que perdemos o pagamento. Foi minha culpa e talvez possamos aprender a delegar responsabilidades melhor, de modo que não tenhamos esse problema novamente".

Parede de pedra

Ficar em silêncio pode ser tão prejudicial quanto dizer algo.

"Parede de pedra" é quando o ouvinte se fecha completamente para a conversa. Ele pode ignorar o cônjuge ou até mesmo sair, deixando-o falar sozinho. Ele se fecha, sai, finge estar ocupado ou se afasta.

Quando o seu cônjuge está chateado, não lhe dê o tratamento do silêncio. É uma outra forma de desrespeito. Em vez disso, ouça-o com atenção. Tente entender as suas preocupações. Ignorar a situação nunca ajuda a resolver um problema.

A solução
  
Não importa o quão irritado e chateado você pode estar, comunique-se sempre com amor.

Comunicar-se de maneira saudável, produtiva é muito mais eficaz do que tentar manipular um ao outro com palavras e ações. Escolha respeitar seu cônjuge na maneira de falar e responder a ele.

O amor é uma ferramenta poderosa. Use-o.


Uma nota importante


Se você é vítima de maus-tratos, faça o que puder para encontrar ajuda. Existem muitos recursos a que você pode recorrer. Não perca a esperança! Existe uma maneira de sair.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...